Associação Brasileira Rede Unida, 13º Congresso Internacional Rede Unida

Anais do 13º Congresso Internacional da Rede Unida

v. 4, Suplemento 1 (2018). ISSN 2446-4813: Saúde em Redes
Suplemento, Anais do 13ª Congresso Internacional da Rede UNIDA
Tamanho da fonte: 
CONTRIBUIÇÕES DO MINICURSO DE PRIMEIROS SOCORROS PARA A FORMAÇÃO DO ENFERMEIRO: RELATO DE EXPERIÊNCIA.
Beatriz Graça de Araujo, Bárbara Juliana Carvalho Costa, Ester Alves de Oliveira, Lowisa Consentini Garcia, Marcos Lima do Nascimento, Paulo Philip de Abreu Gonzaga, Victor Nei Vasconcelos Monteiro, Iracema da Silva Nogueira

Última alteração: 2017-12-21

Resumo


Introdução: Tendo em vista a grande quantidade de acidentes e danos à saúde que ocorrem no trabalho, no trânsito ou até mesmo em casa é de grande importância a implementação de cursos de primeiros socorros nas universidades a fim de preparar o futuro profissional enfermeiro. Os primeiros socorros são técnicas de emergência que tem o propósito de manter os sinais vitais da vítima, evitando sequelas e aumentando a chance de sobrevivência. Esses procedimentos podem ser realizados por qualquer pessoa que tenha competência e capacidade de agir corretamente nesses casos. Objetivo: Relatar as experiências adquiridas no Minicurso de Primeiros Socorros realizado na Escola Superior de Ciências da Saúde da Universidade do Estado do Amazonas aos acadêmicos da área da saúde. Metodologia: Trata-se de um relato de experiência de caráter descritivo. O curso ocorreu em novembro de 2016, foi ministrado por especialistas em situações de urgência e emergência, dentre esses, enfermeiros, médicos e bombeiros e participaram da atividade, acadêmicos dos cursos de Enfermagem, Medicina e Odontologia. Resultados: O Minicurso foi realizado em três dias, sendo os dois primeiros utilizados para a explanação da teoria e demonstração de técnicas de atendimento de primeiros socorros. No último dia, os participantes realizaram a devolução das técnicas demonstradas anteriormente. Os assuntos abordados foram contusão, luxação, fratura e entorses, choque elétrico, oclusão de via aérea, envenenamento e picada de serpentes, parada cardiorrespiratória, imobilização e transporte de vítimas, afogamento, sangramentos e ferimentos. Reitera-se que todas as aulas foram ministradas por profissionais especializados nos assuntos que ficaram responsáveis por demonstrar os procedimentos corretos a serem realizados em cada situação e os cuidados necessários para manter a segurança da vítima e do socorrista. Durante a prática, os participantes puderam vivenciar simulações de casos clínicos a fim de avaliar o conhecimento adquirido durante as aulas teóricas e sanar as dúvidas remanescentes. O referido curso foi o primeiro contato de muitos alunos da universidade com a temática e contribuiu para a formação de enfermeiros e outros profissionais da saúde, além de estimular os acadêmicos a seguirem essa área. Conclusão: Qualquer pessoa pode vivenciar situações em que são necessárias as habilidades e técnicas de primeiros socorros, em especial os enfermeiros, dessa forma é de suma importância a realização de cursos que abordem essa temática, principalmente no meio acadêmico. O Minicurso de Primeiros Socorros foi responsável por ampliar o conhecimento acadêmico e profissional demonstrando a importância desse assunto na sociedade em geral. O treinamento foi de suma relevância, tendo em vista que muitos dos acadêmicos não estavam preparados para agir em casos de urgência, sendo assim, ressalta-se a necessidade de novos treinamentos como esse, no contexto das universidades e escolas, para promover a educação em saúde e assim, empoderar os participantes para agir de forma segura diante de situações de urgência e emergência.


Palavras-chave


Primeiros socorros; enfermagem; emergência; educação em saúde