Associação Brasileira Rede Unida, 13º Congresso Internacional Rede Unida

Anais do 13º Congresso Internacional da Rede Unida

v. 4, Suplemento 1 (2018). ISSN 2446-4813: Saúde em Redes
Suplemento, Anais do 13ª Congresso Internacional da Rede UNIDA
Tamanho da fonte: 
A IMPORTÂNCIA DO SENTIMENTO DE INCLUSÃO EM PACIENTES DIAGNOSTICADOS COM HIV/AIDS: um relato de experiência no Centro de Testagem e Acolhimento-CTA/ SAI do Município de Santarém-PA
Nilce da Silva Baltazar, Inglith Rodrigues de Lima, Leonardo Arruda Ferreira, Maria das Dores Carneiro Pinheiro, Rogéria da Silva Farias, Fernanda Tabita Zeidan de souza, Eliane dos Santos Campos

Última alteração: 2018-01-31

Resumo


O CTA (Centro de Testagem e Acolhimento) e SAE (Sistema de Atendimento Especializado) são instituições voltadas para o diagnóstico e tratamento de ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis) o qual é composto por uma equipe multiprofissional preparada para ofertar tratamento humanizado para seus usuários e pacientes. Neste sentido, torna-se indispensável à atuação do profissional de psicologia no enfrentamento de angústias geradas pela discriminação social, a qual ainda possuem paradigmas acerca do diagnóstico. Diante disso, o objetivo deste estudo é destacar a importância de ampliar o sentimento de inclusão em pacientes diagnosticados com ISTs. Como procedimento metodológico foram realizadas visitas técnicas ao CTA/SAI e entrevistas semi-dirigidas ao profisisonal de psicologia, através de questões voltadas para as práticas que visam a inclusão dos usuários do Centro. Os resultados obtidos evidenciam a interferência dos aspectos psíquicos na adesão dos pacientes ao tratamento, os quais podem ser mobilizados pelo psicólogo, visando uma ressignificação do conceito de HIV/AIDS através dos grupos, treinamento da equipe multiprofissional, palestras, educação familiar, oficinas, psicoterapia individual breve, acolhimento do sujeito, entre outros. Portanto, entende-se que a atuação do profissional de psicologia com o público mencionado é imprescindível na promoção tanto de bem-estar subjetivo relacionado à convivência com a infecção, quanto em intervenções que possam gerar comportamentos aderentes para com a mesma. Nesse sentido, o usuário do CTA/SAI necessita sentir-se incluído nas atividades ofertadas pelo Centro, para que dessa forma os fazeres realizados pelos profissionais tenham resultados positivos.

Palavras-chave


Inclusão, HIV/AIDS, Psicologia da Saúde