Associação Brasileira Rede Unida, 13º Congresso Internacional Rede Unida

Anais do 13º Congresso Internacional da Rede Unida

v. 4, Suplemento 1 (2018). ISSN 2446-4813: Saúde em Redes
Suplemento, Anais do 13ª Congresso Internacional da Rede UNIDA
Tamanho da fonte: 
AVALIAÇÃO DO CONSUMO ALIMENTAR EM IDOSOS DO CENTRO DE CONVIVÊNCIA DO MUNICÍPIO DE COARI/AM.
Carlessandra Martins Uchôa, Ivone Lima Santos, Francisca das Chagas do Amaral Souza, Mayline Menezes da Mata, Heleno Lima Serrão

Última alteração: 2018-01-21

Resumo


O consumo alimentar de uma população é de grande importância pois a partir deste é capaz de determinar possíveis enfermidades e identificar as atitudes errôneas referente a alimentação, em especial ao grupo populacional de idosos, já que esta é uma fase de características diferenciadas e especificas que vão da mastigação até a absorção e uma alimentação adequada é fundamental nesta fase. Dessa forma, a pesquisa objetivou avaliar o consumo alimentar de idosos que frequentam o centro de convivência do município de Coari-AM. O estudo foi realizado com idosos que frequentam o centro de convivência com assiduidade, no qual a coleta foi realizado no próprio local com o contato direto da pesquisadora e o entrevistado com o número de aprovação no comitê de ética: 41063715.40000.5020. Na avaliação do consumo alimentar, a coleta foi realizada através da aplicação do recordatório 24 horas de três dias distintos, sendo calculada com o auxílio do programa Nutriflash 8.0. Após a coleta de dados foi possível identificar o percentual das refeições consumidas diariamente com 100% colação, 35,71% lanche da manhã, 100% Almoço, 67,14% Lanche da tarde, 85,71% Jantar e 31,43% a ceia, mostrando que as refeições mais consumidas são as três grandes refeições principais. Quanto a média do valor calórico dos recordatórios, para os homens ficou de 1916,71 kcal, com 765,53 kcal para mínimo e 2710,71 máximo, e a média para mulheres de 1858,14 Kcal, com 642,32 kcal mínimo e 2786,89 máximo. Referente ao consumo dos macronutrientes, para carboidratos foi de 63,15% e 65,54%, proteína de 17,41% e 17,58% e lipídeos 19,35% e 20,02% para homens e mulheres respectivamente, apresentando o consumo de maior percentual entre o sexo feminino, mesmo que com valores próximos. Os alimentos mais consumidos de alto índice glicêmico entre os idosos foram o pão francês, arroz branco e o jerimum, os de médio índice foi a farinha de mandioca e os de baixo índice glicêmicos foram o feijão, macarrão, tomate e leite integral. Com base nos resultados é possível perceber que é necessário dar uma atenção maior na alimentação da terceira idade, orientando quanto a importância do fracionamento das refeições para que não haja sobrecarga glicêmica e calórica em apenas uma refeição, para não contribuir no surgimento de doenças como o diabetes, além de reajustar ainda que pouco os percentuais de macronutrientes segundo as recomendações.

Palavras-chave


Idosos; Alimentação; Caracteristicas