Associação Brasileira Rede Unida, 13º Congresso Internacional Rede Unida

Anais do 13º Congresso Internacional da Rede Unida

v. 4, Suplemento 1 (2018). ISSN 2446-4813: Saúde em Redes
Suplemento, Anais do 13ª Congresso Internacional da Rede UNIDA
Tamanho da fonte: 
O CONHECIMENTO DOS RISCOS OCUPACIONAIS E AS IMPLICAÇÕES PARA O CUIDADO DE ENFERMAGEM A PARTIR DE UM RELATO DE EXPERIÊNCIA
JAQUELINE DAYANE FERREIRA SARTORETTO, MILANE INGRID FERNANDES FREITAS, JACIARA DE OLIVEIRA ASSUNÇÃO, INGRID FREIRE VIEIRA, EDNA MARA NEVES NASCIMENTO TAKAHASHI, CAMILA REGINA PEREIRA DORETTO RIBEIRO, ALYNE TALITA MARTIRES CABRAL, CLEIDIANE PRISCILA GONÇALVES SANTANA

Última alteração: 2017-12-28

Resumo


Este relato de experiência tem o objetivo de descrever práticas laborais dos profissionais de enfermagem a partir dos riscos ocupacionais, além do incentivo a educação continuada. Os dados para a construção do presente artigo foram obtidos através de um relato de experiência a partir de uma descrição analítica das práticas laborais realizadas conforme a observação durante as aulas práticas em campo no período de Agosto à Novembro de 2017. Foram utilizados como base para a composição desse trabalho, a NR-32 e o Arco de Maguerez, aplicou-se também um check-list nas instituições de prática, identificando assim, seus problemas. Os resultados surgiram a partir da observação dos profissionais de enfermagem e do ambiente de trabalho nas instituições no período citado. Baseado na NR-32 nas instituições de campo de prática observou-se falhas no cumprimento dos itens que dispõe a norma, tais como, o não uso ou uso inadequado de Equipamentos de Proteção Individual - EPI (ex: luvas, máscaras, gorros), o fornecimento deficiente de EPI’s por parte dos empregadores, postura inadequada para realização de procedimentos (ex: aferição da pressão arterial, preparação de medicamentos) e levantamento de peso maior que o permitido (ex: banho no leito). Conclui-se que para fazer da educação dos profissionais de enfermagem um processo permanente, precisa da implementação de ferramentas, tais como, o Mapa de Risco que contempla todos os riscos ocupacionais e o Diálogo Diário de Segurança-DDS, incentivando os trabalhadores e proporcionando benefícios para todos os envolvidos no processo da assistência e a Educação Continuada que é de suma importância para os profissionais atuantes e para a formação do enfermeiro na Região Amazônica.

 


Palavras-chave


Relato de Experiência; Riscos Ocupacionais; NR-32; Educação em Saúde.