Associação Brasileira Rede Unida, 13º Congresso Internacional Rede Unida

Anais do 13º Congresso Internacional da Rede Unida

v. 4, Suplemento 1 (2018). ISSN 2446-4813: Saúde em Redes
Suplemento, Anais do 13ª Congresso Internacional da Rede UNIDA
Tamanho da fonte: 
Puerpério imediato: Análise da percepção de puérperas quanto à assistência de enfermagem recebida no Hospital Regional Materno Infantil de Imperatriz, Maranhão
Mariana Borges Sodré Lopes, Ilaíse Brilhante Batista, Tatiane Rodrigues Lopes, Marcela de Oliveira Feitosa, Iolanda Graepp Fontoura, Floriacy Stabnow Santos, Luzimar Sodré da Silva Santos, Fernando Luiz Affonso Fonseca

Última alteração: 2018-05-16

Resumo


Introdução: A gestação, parto e puerpério constituem uma experiência humana das mais significativas, com forte potencial positivo e enriquecedor para todos que dela participam. Assim, destaca-se que a assistência de enfermagem é fundamental durante o ciclo gravídico e puerperal, pelo fato da mulher vivenciar nessa fase um conjunto de reações que podem interferir ativamente nos aspectos físico, psicológico, emocional e social, e, portanto, compete a este profissional desenvolver ações que possam proporcionar o bem-estar do binômio mãe-filho, ao oferecer-lhe orientações, e proporcionar segurança, afetividade e acolhimento, que contribuem significativamente com o processo de recuperação. Objetivo: Analisar os cuidados de enfermagem prestados a parturiente no puerpério imediato atendida no Hospital Regional Materno Infantil de Imperatriz – MA. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo, exploratório de abordagem quantitativa. A pesquisa foi realizada no Hospital Regional Materno Infantil da rede publica do estado em Imperatriz-MA, onde ocorre cerca de 600 partos por mês e 20 partos por dia aproximadamente. O estudo tem como alicerce o projeto de pesquisa “AVALIÇÃO DA ASSISTENCIA HUMANIZADA O PARTO E NASCIMENO NA SALA DE PRE-PARTO E PARTO IMEDIATO NUM HOSPITAL PUBLICO DE IMPERATRIZ, MARANHAO BRASIL” realizado pela Universidade Federal do Maranhão, aprovado pelo Comitê de ética sobre o parecer de número 940.948.  A população do estudo foi composta por mulheres no puerpério imediato assistidas pelo hospital supracitado e que atenderam os critérios de inclusão do estudo, e a coleta de dados foi realizada entre fevereiro a maio de 2015. Resultados e Discussão: Com a realização da pesquisa, constatou-se que cerca de 50% das puérperas se encontravam na faixa de 21-30 anos, 35% tiveram apenas um filho até o momento, 45% afirmam ter moradia própria, 55% são donas de casa, 50% solteiras, 40% têm ensino médio completo, 90% realizaram pré-natal, 60% afirmaram ter feito parto normal, 55% classificaram como “bom” o atendimento no hospital, 100% receberam orientação sobre aleitamento materno, 90% dos partos ocorreram conforme a expectativa da puérpera, 75% gostaram da estrutura do hospital, 65% acharam úteis as informações fornecidas durante o parto e 100% acreditaram que a assistência de enfermagem é importante para sua recuperação e afirmaram ter atendido as suas necessidades. Conclusão: A equipe de enfermagem do Hospital Regional Materno Infantil de Imperatriz tem atuado com qualidade, pois as participantes do estudo demonstraram satisfação quanto ao atendimento recebido, na qual foram orientadas sobre a importância da amamentação, cuidado e atenção. Assim, em outras palavras pode-se dizer que, a equipe de enfermagem tem oferecido um atendimento humanizado. Neste sentido, por haver contentamento com o atendimento ofertado pelo hospital pesquisado, muitas informantes garantiram que retornariam a mesma unidade para ter outro filho, por ter a convicção que a equipe é qualificada e preparada para atender a demanda de maneira adequada, correspondendo com as suas necessidades como um todo: mulher, família e o bebê.


Palavras-chave


Parto Humanizado, Período pós-parto, Cuidados de enfermagem.