Associação Brasileira Rede Unida, 13º Congresso Internacional Rede Unida

Anais do 13º Congresso Internacional da Rede Unida

v. 4, Suplemento 1 (2018). ISSN 2446-4813: Saúde em Redes
Suplemento, Anais do 13ª Congresso Internacional da Rede UNIDA
Tamanho da fonte: 
RELATO DE EXPERIÊNCIA: DO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DA ESTRATÉGIA AMAMENTA E ALIMENTA BRASIL À CERTIFICAÇÃO DAS UNIDADES DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE MANAUS DE 2013 - 2018
Mara Nogueira Varela, Ivone Amazonas Marques Abolnik, Ana Cristina Dias da Cruz

Última alteração: 2018-01-25

Resumo


A gestão das ações de saúde em Manaus, além da sede central, está divida em 5 Distritos de Saúde: Norte, Sul, Leste, Oeste e Rural. Os cinco Distritos possuem sede e gestão distrital, e são responsáveis pelas Unidades de Saúde - US localizadas em seu território adstrito, visando atender a população usuária do Sistema Único de Saúde – SUS do município, que atualmente possui 2.130.264 habitantes, conforme estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, em 2017.

Como forma de melhorar a qualidade de vida das famílias usuárias do SUS, principalmente a população infantil, a gestão municipal de saúde desde o ano de 2013 vem desenvolvendo ações de implantação, avaliação e monitoramento da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil – EAAB, a qual visa qualificar as ações de promoção do aleitamento materno – AM e da alimentação complementar saudável - ACS para crianças menores de dois anos de idade; e aprimorar as competências e habilidades dos profissionais de saúde para a promoção do AM e da ACS como atividade de rotina nas US. Todo processo para efetivação das ações da EAAB está embasado nas determinações e preceitos do Ministério da Saúde (MS).

O processo de implantação inicia-se com as definições do planejamento para a sua realização, que ocorre, inicialmente, por meio de oficinas de capacitação de toda equipe de saúde de uma Unidade. Posteriormente, dá-se início ao monitoramento e avaliação das ações, as quais devem seguir os critérios estabelecidos pelo MS, que ocorre por meio de reuniões sistemáticas com os tutores devidamente capacitados, onde são apresentados os resultados dos Planos de Ação elaborados pelas equipes de saúde, as dificuldades enfrentadas e as sugestões de superação, durante todo o processo. Portanto, o papel dos tutores e da equipe é de suma importância para a implementação da Estratégia e certificação da US, sendo esta última a garantia da qualidade nos serviços de saúde.

O município de Manaus atualmente possui aproximadamente 21 tutores atuando nos cinco Distritos de Saúde. Depois de constatar que a US cumpriu todos os critérios, é iniciado o processo de certificação, onde são apresentados vários documentos devidamente preenchidos, como também fotos, relatórios e folhas de frequência das ações pactuadas e realizadas para serem enviados ao MS, através do formulário do FORMSUS. Atualmente Manaus encontrasse com 20 US certificadas. Neste ano de 2018 está previsto mais 22. Foram realizadas 34 oficinas de trabalho, envolvendo aproximadamente 930 profissionais de saúde. Dentre as ações pactuadas pelas equipes de saúde, destaca-se o fortalecimento às ações de promoção e apoio ao AM e à ACSno acolhimento, nas consultas e grupos, como também, a intensificação às visitas na Primeira Semana de Saúde Integral do Binômio mãe/bebê.

Como resultado, estima-se que a cada ano novas Unidades de Saúde sejam certificadas na EAAB. A gestão municipal tem apresentado grande interesse em ampliar o número de UBS com certificação, pois considera-se que é um dos instrumentos que vem contribuindo para a redução da mortalidade infantil no município.

 


Palavras-chave


Aleitamento Materno; Alimentação Saudável; Monitoramento; Avaliação; Certificação.