Associação Brasileira Rede Unida, Iº Colóquio CISMEPAR

Anais do 13º Congresso Internacional da Rede Unida

v. 4, Suplemento 1 (2018). ISSN 2446-4813: Saúde em Redes
Suplemento, Anais do 13ª Congresso Internacional da Rede UNIDA
Tamanho da fonte: 
A ESCOLA DE SAÚDE DO CISMEPAR
verushka aparecida silverio teresa oliveira

Última alteração: 2019-11-01

Resumo


A Escola de Saúde do Cismepar, assim como o Consorcio, é uma ferramenta de apoio à gestão, voltada a apoiar no âmbito da micropolítica a gestão do trabalho e da educação em saúde no SUS. Vinculada a Diretoria de Planejamento e Atenção em Redes de Saúde, foi criada com objetivo de trabalhar com os profissionais da Atenção Primária à Saúde e seus territórios, conhecendo suas especificidades e propondo estratégias de articulação e intervenção que possam aprimorar e melhorar continuamente o cuidado integral dispensado ao usuário no SUS. Atualmente, Escola de Saúde, está organizada para atuação em 4 frentes: 1 - Capacitação Teórico Práticas para os profissionais da APS- com encontros teóricos; rodas de conversa; atendimentos compartilhados entre a Atenção Primária em Saúde e a Atenção Ambulatorial Especializada; discussão de casos via whatsapp e presencial; visitas técnicas aos territórios para reconhecimento dos equipamentos e instrumentos disponíveis e proposição das estratégias possíveis de manejo dos casos próprio território; 2 – Integração Ensino –Serviço – Comunidade: Articulação junto as instituições de Ensino disponíveis nos territórios, em especial as que ofertam cursos na área da saúde e assistência social, com o objetivo de aproximar teoria e pratica para a formação de profissionais cada vez mais integrados com as especificidades do SUS; 3 –Apoio ao Desenvolvimento Pessoal e Profissional dos Trabalhadores do SUS no âmbito da Gestão Consorciada; 4 –Reconhecimento e Fortalecimento do SUS, a partir do fomento da participação dos trabalhadores de um modo geral (interno ou dos municípios consorciados) em Congressos, Simpósios, Feiras, Eventos de Saúde e espaços correlatos. As atividades de Educação permanente em Saúde são organizadas (logisticamente) a partir da escola de saúde, porem, são construídas e executadas em parceria com os trabalhadores(denominados atores) que são os conhecedores e produtores de todo o processo. Os profissionais que tiveram a oportunidade de participar das atividades de educação permanente ofertadas pela Escola de Saúde do Cismepar, seja como ator principal ou coadjuvante, em sua maioria, avaliam a proposta como muito produtiva e sugerem o fortalecimento e continuidade das ações em todos os âmbitos do SUS. A partir dos encontros presenciais, foram criados grupos de whatsapp que são utilizados para aproximação desses profissionais (em diferentes níveis de atenção)onde são feitas trocas extremamente positivas, sejam elas na discussão de casos clínicos, informes, tira duvidas (relacionados ao tema especifico ou não), sugestão de melhorias, etc. A proposta inicial do grupo foi tratar temas específicos, porem, a proximidade construída com estes profissionais e o fortalecimento do vinculo transpassa as especificidades e os mesmos se tornaram também grupos de apoio aos profissionais que se sentem fortalecidos para o desenvolvimento de suas atividades diárias no SUS. A Escola de Saúde é uma unidade viva e transversal que necessita transitar por diferentes espaços e em diferentes tempos a fim de “coletar” o maior numero de informações, processar e organizar tais demandas, para junto com os trabalhadores traçar estratégias e implementar planos de ação que entendam e atendam as necessidades e possibilidades do SUS.